Aprendiz Online

Aprendiz Online

Fórum Hipermidiático Aprendiz Online
Visite o blog O EU QUE EU ERA.BLOGSPOT.COM e descubra o óbvio!

Votação

A Internet é um lugar de autoria ou de plágio?
20% 20% [ 2 ]
10% 10% [ 1 ]
70% 70% [ 7 ]
0% 0% [ 0 ]

Total dos votos : 10

Últimos assuntos

Conectar-se

Esqueci minha senha


    "Estudo de Caso" (Yin, 2005)

    Compartilhe
    avatar
    Rafael Andre
    Admin

    Mensagens : 242
    Data de inscrição : 09/06/2009
    Idade : 34
    Localização : Maceió - AL
    19092009

    "Estudo de Caso" (Yin, 2005)

    Mensagem por Rafael Andre

    Olá pesquisadores!

    Em primeiro instância gostaria de parabenizá-los pelo esforço que estão despendendo no projeto e pela postura de verdadeiros cientistas. Vocês terão um grande futuro!

    Como havíamos combinado, iremos dar inicio às nossas discussões acerca do texto "Estudo de Caso" (Yin, 2005).

    Vamos então, comentar parte à parte. O primeiro paragráfo, eu comento, indicando meus apontamentos acerca do mesmo. Então, mãos à obra.
    Aguardo vossas contribuições!
    Compartilhar este artigo em: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking

    avatar

    Mensagem em Sab Set 19, 2009 2:46 am por Rafael Andre



    Toda pesquisa científica necessita definir seu objeto de estudo e, a partir daí, construir um processo de investigação, delimitando o universo que será estudado.

    Segundo Yin, o estudo de caso representa uma investigação empírica e compreende um método abrangente, com a lógica do planejamento, da coleta e da análise de dados. Pode incluir tanto estudos de caso único quanto de múltiplos, assim como abordagens quantitativas e qualitativas de pesquisa.

    Os estudos de caso representam a estratégia preferida quando se colocam questões do tipo "como" e "por que", quando o pesquisador tem pouco controle sobre os acontecimentos e quando o foco se encontra em fenômenos comtemporâneos inseridos em algum contexto da vida real.

    Podem ser complemetados com dois outros tipos: Exploratórios e Descritivos.
    avatar

    Mensagem em Sab Set 19, 2009 2:59 am por Rafael Andre

    Mapa conceitual construido por Gabriela Miki Kuwai, a partir da introdução do livro do Robert Yin Estudo de Caso: planejamentos e métodos. 3a ed. Porto Alegre: Bookman, 2002.


    avatar

    Mensagem em Sab Set 19, 2009 3:02 am por Rafael Andre

    Mapa conceitual construido por Ivanderson Pereira da Silva, com base na Introdução do livro de Robert Yin, Estudo de Caso: Planejamentos e Métodos 3a ed. Porto Alegre: Bookman, 2005


    Mensagem em Sab Set 19, 2009 6:05 am por ivanders

    Olá pessoal.

    De fato, nossa discussão sobre este tópico dos métodos de pesquisa é urgente e necessária!
    vamos então iniciar acatando o que traz o professor Robert Yin sobre a questão do método Estudo de caso.
    Para início de conversa, fica claro que existem duas classificaões quanto ao número de casos que uma pesquisa pode contemplar. Se esta se detiver a analisar um único caso, ela será uma pesquisa de caso único. Caso ela amplie para análise de mais de um caso que verse sobre um mesmo objeto de pesquisa, esta pesquisa será classificada como de casso múltiplos.

    Um outro ponto ao qual devemos atentar é na realidade, quando caracterizaremos verdadeiramente um estudo de caso, ou seja, quando é que que vamos utilizar a técnica do estudo de caso para a metodologia de um trabalho científico?

    O professor Robert Yin nos indica que isto vai depender exatamente de três pontos, são eles: a questão da pesquisa, o foco no objeto se é contemporâneio ou histórico e o controle que o pesquisador exerce sobre os fenômenos envolvidos.

    São estas três variáveis que determinarão a abordagem da pesquisa e consequentemente o estudo de caso.

    Quem gostaria de complementar a minha fala?????????????




    Um forte abraço!

    Mensagem em Ter Set 22, 2009 1:55 am por Miki

    O estudo de caso, geralmente ajuda a compreender as relações sociais e politicas. Por isso é muito comum esse tipo de estratégia de pesquisa na psicologia, sociologia, ciencia politica, trabalho social, administração e planejamento social. Fica evidente que a grande importancia no estudo de caso é o desejo de entender melhor os fenomenos sociais.
    Um erro muito comum, segundo Yin, é classificar as estratégias de pesquisas de uma forma hierárquica,e ter a ideia de que os estudos de caso são apenaas uma ferramenta exploratoria onde não se pode adicionar descrições ou preposições.

    Bom, e tem uma parte onde fala que os estudos de caso são generalizaveis a proposições teóricas e nao a população.. Não entendi direito essa parte. Alguem me explica?

    Mensagem em Ter Set 22, 2009 3:30 am por Ivanders

    Olá Gabriela Miki!!!

    É Ivanderson quem fala!

    Quando o professor Robert Yin afirma que estudos de caso não são generalizáveis a populações mas sim a teorias, ele quer intensificar a distinção entre o campo das análises quantitativas e qualitativas!

    No prinípio, os estudos quantitativos eram vistos como uma estratégia única de fazer pesquisa de qualidade, pois os resultados era "generalizáveis" ou seja, se este resultado serve para um determinado grupo, então ele serve para TODOS os grupos. Mas esta era uma generalização quanto à amostra, quanto à população pesquisada, ou seja era uma generalização estatítica.
    Por exemplo: se um corpo é solto em território brasileiro, que está na superfície da terra, e ele cai com aceleração igual a g, então ele em qualquer outro lugar da superfície da terra, cai com a mesma aceleração g (com alguma variância neste valor.

    No caso da pesquisa qualitativa, este tipo de generalização não é possível! E sendo o estudo de caso, uma técnica da pesquisa qualitativa, a generalização não pode ser estatítica. Mas isto nós já discutimos em sala, ous eja, nós já sabiamos!
    O grande salto deste texto do professor Robert Yin, que pode ser discutido a partir do seu questionamento, e que lhe parabenizo por trazer à baila, é a generalização analítica!!!!!

    Ele afirma neste primeiro capítulo que os resultados da pesquisa não podem ser generalizáveis do ponto de vista estatítico como, se nesta sala de aula foi assim, então em todas as salas de aulas do mundo também serão,; mas podem ser generalizáveis do ponto de vista da teoria, por exemplo: o resultado desta pesquisa comprova (ou nega) os pressupostos teóricos que foram lançados a anos e anos atrás pelo autor Funalo de Tal.

    Vamos dar um exemplo prático:
    Para desenvolver a pesquisa com a web-rádio, nós estamos utilizando algumas teorias da comunicação, e desta forma, vamos na fase de análise dos dados, verificar se o que está posto na teoria é de fato verificado na prática em nosso caso (a escola Rosalvo Lôbo, se os resultados comprovam a teoria então ele generaliza a teoria do ponto de vista analítico!!!!

    Se os resultados não batem com o que a teoria afirma, então temos dois caminhos:

    1° - Teremos de refazer as análises para verificar se elas estão de fato corretas

    2° - Publicamos em formato de livro os resultados de nossa pesquisa, pois ela é inovadora e conseguiu derrubar uma teoria que está posta e reconhecida na literatura!!!!

    Um forte abraço!

    Mensagem em Ter Set 22, 2009 4:18 am por Miki

    Bom... agora que eu li a sua resposta eu pensei em outra ideia tbm.
    O estudo de caso geralmente estuda as relações sociais e politicas. Então, pesquisa o comportamento do ser humano em algumas situações. E como o ser humano pode mudar suas ideias, pensamentos e atitudes, com o tempo, uma teoria não vai durar pra sempre. Por isso que estudos de caso não são generalizaveis pra população mas sim a teoria... Certo?? scratch
    avatar

    Mensagem em Qua Set 23, 2009 11:06 pm por Rafael Andre

    Gabi

    O estudo de caso, geralmente ajuda a compreender as relações sociais e politicas. Por isso é muito comum esse tipo de estratégia de pesquisa na psicologia, sociologia, ciencia politica, trabalho social, administração e planejamento social. Fica evidente que a grande importancia no estudo de caso é o desejo de entender melhor os fenomenos sociais.
    Um erro muito comum, segundo Yin, é classificar as estratégias de pesquisas de uma forma hierárquica,e ter a ideia de que os estudos de caso são apenaas uma ferramenta exploratoria onde não se pode adicionar descrições ou preposições.

    Bom, e lá tem uma parte que é mais ou menos assim... Os estudos de caso são generalizaveis a preposições teoricas e não a população. Como é isso? Não entendi.
    avatar

    Mensagem em Qua Set 23, 2009 11:44 pm por Rafael Andre

    Olá pessoal, é Ivanderson!

    Estou disponibilizando os resultados do mapeamento da primeira parte do 2° capítulo do texto do professor Robert Yin.



    Discutiremos este texto na reunião da próxima sexta-feira.
    Um forte abraço!

    Mensagem em Qua Nov 11, 2009 6:04 pm por henrique

    Olá:
    O meu nome é carla e resido em Lisboa/Portugal.
    Estou neste momento a tirar um mestrado onde tenho que estudar este tema.
    Cá não existe nenhum livro em lingua portugesa e já vi que vocês têm o livro de Yin traduzido.
    Já consegui o capitulo 1 e 2 na internet.
    Não me conseguiriam mandar os restos dos capitulos por PDF?
    o meu email é
    9999carla@gmail.com

    Obrigada desde já!!!
    carla

    Mensagem em Sex Nov 13, 2009 12:28 am por R. A. Ba

    Olá Carla
    Sou Administrador do Aprendiz Online.
    Sou do Brasil e fico agradecido que você recorra ao ambiente.
    Infelizmente não dispomos do arquivo online, apenas o livro na versão digital e os mapas conceituais que alguns orientandos de um projeto fizeram.

    Por que não tentas adquirir pela Internet o livro em portugês?


    Abraços e bons estudos

    Mensagem em Sab Nov 20, 2010 1:32 am por mauro

    Help, qual site vocês me indicam para baixar o yin.
    desde já eu agradeço.
    avatar

    Mensagem em Sab Nov 20, 2010 2:54 am por Rafael Andre

    Neste site vc encontra uma versão online de parte do livro.
    Abraços

    Mensagem  por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Dom Ago 20, 2017 3:21 am